O mercado fecha em:

Unanimidades da 23ª Rodada

Saaalve, galera! Essa rodada tivemos um imprevisto e, por este motivo, não pudemos publica-lo na sexta. Da última vez que estive aqui conseguimos 24 pontos com as 3 escolhas, uma média de 8 pontos por jogador. É um tanto óbvio, mas afirmo que pretendemos superar essa marca nessa rodada. Sem enrolação, sem perda de tempo, […]

Postado em: 5 de setembro de 2015
Atualização: 8 de junho de 2016
Autor:
Tempo de leitura: 1 minuto

Saaalve, galera!

Essa rodada tivemos um imprevisto e, por este motivo, não pudemos publica-lo na sexta.

Da última vez que estive aqui conseguimos 24 pontos com as 3 escolhas, uma média de 8 pontos por jogador. É um tanto óbvio, mas afirmo que pretendemos superar essa marca nessa rodada.

Sem enrolação, sem perda de tempo, vamos diretamente às unanimidades.

O primeiro escolhido da rodada é o argentino Lucas Pratto. Apesar de jogar fora de casa, o Galo enfrenta o Vasco. Menos de 3 gols eu nem comemoro, ponto!

Em nossa segunda escolha também optamos por outro atacante. Apesar de não possuir a mesma raça do atleticano, trata-se do atacante mais habilidoso do brasil, com a maior média de pontos da história do Cartola, o assassino de SG’s alheio, o mito supremo: Léo Gamalho. O Avaí recebe o Coritiba, precisando se recuperar da goleada aplicada pelo Flamengo. A matemática é simples: Léo ‘Mitus’ Gamalho x Defesa do Coritiba = 20 pontos.

Por fim, para encerrar a rodada, sempre a escolha mais difícil – a última. Pensamos em zagueiros, em laterais, mas acabamos ficando com o meia que é uma das principais promessas do nosso futebol: Marcos Guilherme. O Atlético Paranaense conseguiu voltar ao G4 e deve continuar lá após o final da 22ª rodada. O rubro-negro enfrenta o Joinville, estádio cheio, pressão da arquibancada… aposto em 1 gol e 1 assistência pro Walter.

É isso, galera! O que achou das nossas escolhas? Quantos estão no seu time?

COMENTE!!

Gustavo Rocha

Um dos idealizadores do CartolaFC Mix. Soteropolitano, angolano, brasileiro. Louco por futebol e sempre de bom humor, afinal, um dia sem rir é um dia perdido. No cartola, comanda o Oloko Mito.