O mercado fecha em:
Quero ser sócio

Os melhores jogadores do CSA para se escalar no CartolaFC 2019

15 de abril de 2019 - Luís Gustavo
Os melhores jogadores do CSA para se escalar no CartolaFC 2019

ATUALIZADO EM 14/04/2019

Difícil situar boas peças do CSA para citar como boas apostas no Cartola. O azulão fez quase 30 contratações no ano e a maioria dos jogadores ainda não se mostraram totalmente. Na verdade, nos grandes desafios do time do ano, houve fiapos. Eliminação na primeira fase da Copa do Brasil (derrota para o Mixto) e no primeiro mata-mata da Copa do Nordeste (resultado negativo diante do Botafogo-PB). Até mesmo no Estadual a campanha não faz brilhar os olhos: em nove partidas, o time venceu cinco e deixou escapar pontos em quatro. Entretanto, após o primeiro confronto diante do CRB, o CSA largou na frente pelo título alagoano.

Desempenho nos campeonatos que disputou:
Estadual: Finalista;
Copa do Brasil: Eliminado na primeira fase;
Copa do Nordeste: Eliminado nas quartas de final.

20 jogos: 10 vitórias/ 7 empates/ 3 derrotas – 62% de aproveitamento
Gols Marcados: 29
Gols Sofridos: 14
Jogos sem marcar gols: 5
Jogos com SG (sem sofrer gols): 9

HOMENS DAS BOLAS PARADAS:
Faltas: Matheus Sávio (MEI), Apodi (LAT) e Didira (MEI);
Escanteios: Matheus Sávio (MEI), Apodi (LAT) e Didira (MEI);
Pênaltis: Ronaldo Alves (ZAG).

ARTILHEIROS EM 2019
Patrick Fabiano (ATA) – 9 gols
Matheus Sávio (MEI), Didira (MEI) e Victor Paraíba (ATA) – 3 gols
Manga Escobar (ATA) e Robinho (ATA)  2 gols
Cassiano (ATA), Dawhan (MEI), Apodi (LAT), Lohan (ATA) e Ronaldo Alves (ZAG)  1 gols

GARÇONS EM 2019
Patrick Fabiano (ATA)– 5 assistências
Didira (MEI) 3 assistências
Apodi (LAT)– 2 assistências
Celsinho (LAT), Matheus Sávio (MEI), Dawhan (MEI), Gerson (ZAG), Rafinha (LAT) e Cassiano (ATA) – 1 assistência

OS MELHORES JOGADORES DO CSA PARA SE ESCALAR NO CARTOLA FC 

Apodi (LAT) – O lateral já teve jornadas de “mito” dentro do Campeonato Brasileiro. Não parece ser mais o mesmo que despontou com tanto destaque na Chapecoense, no entanto é uma das armas que o time alagoano guarda esperança. No ano, foram nove partidas, um gol e duas assistências.

Madson (MEI) – O baixinho, com passagens por grandes equipes do país costuma normalmente sofrer número razoável de faltas – que ele mesmo as bate. Depois de longo tempo no futebol árabe, volta ao futebol brasileiro tentando ser importante para o CSA se manter na Elite.

Ronaldo Alves (ZAG) – É o batedor de pênalti da equipe. Se perceber um jogo amarrado, sem muitas chances, o zagueiro pode vir a ser uma boa opção, para talvez encaixar SG e gol marcado. Difícil, mas considerável.

Rafinha (LAT) – Além de oferecer bom cruzamento também é eficiente na defesa. Na Serie B do ano passado, o atleta somou cinco assistências e 52 desarmes.

Patrick Fabiano (ATA) –  De 2012 para cá, o centroavante marcou mais de 150 gols, com médias expressivas no futebol dos Emirados Árabes e Kuwait. O primeiro semestre de volta ao Brasil também não é ruim: nove marcados em 18 partidas.

Robinho (ATA) – Ainda não engatou a marcha no CSA, mas foi contratado do Fluminense para ser titular. Se reeditar o futebol que mostrou no Figueirense, o atacante de lado de campo será um dos grandes trunfos da equipe.

Matheus Sávio (MEI) – Chegou do Flamengo e é um oásis de qualidade no semestre. Titular indiscutível, já fez três gols.

Didira (MEI) – Ídolo da torcida, aparece bem posicionado em todos os scouts: desde desarmes a gols. No ano passado marcou 13 vezes, neste ano já fez três. Está sempre aparecendo com finalizações de fora da área.

Por: Wesley Silvali
Twitter: @Wesleysilvali

Luís Gustavo

Torcedor do Sport Club do Recife e treinador do PeloSportTudo 87 FC

Dicas