O mercado fecha em:

Os melhores jogadores do Cruzeiro para se escalar no Cartola FC 2016

“(…) Nos gramados de Minas Gerais, temos páginas heróicas imortais, Cruzeiro, Cruzeiro querido, tão combatido, jamais vencido! ” Meus amigos cartoleiros, 2016 não começou tão bem como a maior torcida de Minas esperava. Após uma recuperação incrível na Era Mano Menezes durante o 2º turno do Brasileiro, com a saída do treinador, a efetivação do […]

Postado em: 11 de maio de 2016
Atualização: 8 de junho de 2016
Autor:
Tempo de leitura: 3 minutos
“(…) Nos gramados de Minas Gerais,
temos páginas heróicas imortais, Cruzeiro, Cruzeiro querido, tão combatido,
jamais vencido! ”

Meus amigos cartoleiros, 2016 não começou tão bem como a maior torcida de Minas
esperava. Após uma recuperação incrível na Era Mano Menezes durante o 2º turno
do Brasileiro, com a saída do treinador, a efetivação do Deivid não deu tão certo quanto esperado e o time se vê ainda tentando correr atrás do tempo perdido e arrumar a casa às vésperas do
início do Brasileirão.

Durante o estadual, os resultados não
convenceram, apesar do primeiro turno invicto na competição, o Cruzeiro foi
eliminado pelo América nas semi finais do Campeonato Mineiro. Já em relação a Primeira Liga, o desempenho também foi medíocre, tendo saído vitorioso em apenas uma partida e sendo desclassificado logo na primeira fase.
Mesmo assim, não dá para desacreditar na
equipe celeste, que tem tudo pra se reforçar e brigar pela parte de cima da
tabela. Assim seja, amém!
Estatísticas em Geral 

Primeira
Liga
3 jogos – 1V – 1D – 1E
6 Gols Pró – 6 Gols contra
Campeonato
Mineiro

13 jogos – 9V – 1D – 3E 
18 Gols Pró –  8 Gols contra

Artilheiros
em 2016 (contando Primeira Liga e Campeonato Mineiro
)

Rafael Silva – 5 gols 
Alisson – 4 gols
Douglas Coutinho – 3 gols
Bruno Rodrigo – 2 gols
De Arrascaeta – 3 gols

Homem das bolas paradas
Com a chegada do Robinho, ele deve ser o homem das bolas
paradas. Mas a previsão de sua estreia não tem data definida, devido a um edema
na coxa do meia. Durante a Primeira Liga e Campeonato Mineiro, Sanchez, Miño e
Willian foram os responsáveis pelas bolas paradas da equipe celeste. Ambos batem
os escanteios e faltas.  


Os melhores jogadores do Cruzeiro para se escalar no Cartola FC


Willian: Atacante titular da equipe e xodó da
torcida, o jogador tem faro de gol jogando no Mineirão e pode contribuir com
assistência ou gols.

Lucas:
Lateral vindo do Palmeiras, pode render boas pontuações devido ao seu lado
ofensivo, podendo participar com boas assistências.
Robinho: Também recém chegado da
troca envolvendo Fabiano-Fabrício∕ Robinho-Lucas, é meia armador de qualidade e
pode se destacar rendendo boas pontuações no nosso game.
Elber: Após uma boa
temporada no Sport, retornou ao Cruzeiro e considero uma boa aposta para os
cartoleiros que gostam de ousar nas suas escalações. Elber é um jogador veloz, tem
desarmado bastante e costuma receber muitas faltas.
Romero: Melhor contratação do
Cruzeiro até o momento e dispensa comentários acerca da sua qualidade técnica.
Além de seus desarmes, se movimenta bem. Sofre faltas com frequência, e com um bom passe, costuma deixar
seus companheiros de equipe em boas condições para marcar, podendo render boas
pontuações.
Bruno Rodrigo: Zagueiro artilheiro, aparece bem na área quando o assunto é
bola parada. Zagueiro pontual pro Cartola e tende a valorizar bem nas primeiras
rodadas.

Fábio:
Ídolo, se consagrou no Cruzeiro pelas suas excelentes defesas, poderá
contribuir com defesas difíceis pra alegria dos cartoleiros.

De
Arrascaeta
: Ainda não mostrou o futebol que encantou outros times, mas é notório que é um jogador de qualidade e que
tem potencial. Costuma sofrer bastante faltas.
Outras boas opções: Ariel  Cabral e Alisson.


É isso pessoal, depois
de alguns longos meses de espera, o nosso tão querido Carola está de volta e
que ele venha com boas pontuações. Boa sorte a todos os cartoleiros e que 2016
nos renda muitas mitadas!

Por: Jéssica Sales
(Colunista do Donas do Cartola)
Twitter: @jehfsales

Um dos idealizadores do CartolaFC Mix. Soteropolitano, angolano, brasileiro. Louco por futebol e sempre de bom humor, afinal, um dia sem rir é um dia perdido. No cartola, comanda o Oloko Mito.