O mercado fecha em:

Lições da 12ª rodada do Cartola FC

A rodada 12 ficou marcada, principalmente, pela mitada do mesmo jogador da rodada passada

Postado em: 30 de setembro de 2020
Atualização: 2 de outubro de 2020
Tempo de leitura: 2 minutos

Fala, Cartoleiro e Cartoleira MIX! A rodada 12 não foi “zicada” como a anterior, mas também não foi maravilhosa. Mesmo assim, alguns cartoleiros e cartoleiras conseguiram se dar bem.

Algumas lições foram tiradas para ajudar todo mundo a ficar ligado em alguns nomes para o decorrer do campeonato. Se liga só!


OS MITOS

Parece que o cara acordou de vez! Pela segunda vez e de forma consecutiva, o atacante Keno marcou três gols na mesma partida. O jogador do Atlético-MG enfrentou o Grêmio, em casa, e registrou mais uma mitada. Fez 29.20 pontos e bateu seu próprio recorde de maior pontuação no ano de 2020.

Outros dois que merecem ser citados são Marinho e Thiago Galhardo. Os principais mitos do Cartola FC, até agora, passaram dos nove pontos e continuam com uma ótima regularidade e média.

O jogador do Santos, que era dúvida para a partida, deu uma assistência e somou 9.70 pontos. Já o jogador do Inter, fez um gol e somou 9.90 pontos.

“NUNCA MAIS”

Um dos principais jogadores do Cartola FC de 2019 é uma das principais decepções do Cartola FC de 2020. O zagueiro Víctor Cuesta não vem tendo as mesmas boas atuações no fantasy game, igual ano passado, e já pode figurar entre os “nunca mais”

Pela rodada 12, negativou pela quinta vez no ano. O zagueiro argentino tem 14 desarmes em 11 jogos, média de 1,3 desarmes por jogo (aproximadamente), o que é muito pouco pra um jogador conhecido como mito. Além disso, garantiu seis SG’s e sua média total de pontuação é de, apenas, 2.55 pontos.

Sem dúvidas, o Cuesta de 2020 está longe de ser aquele do ano passado e a cada rodada que passa não vem se provando por que deve ser escalado pelos cartoleiros e cartoleiras.

OLHO NELE

O Red Bull Bragantino parece estar se encontrando no Campeonato Brasileiro com o técnico Maurício Barbieri. Mesmo em situação delicada, a equipe paulista vem tendo atuações melhores.

Pela segunda rodada seguida, o meia Lucas Evangelista balançou as redes. Ele foi o segundo maior pontuador da rodada com 16.00 pontos e é um jogador pra se ficar de olho.

Outro jogador que vem tendo bom desempenho no Cartola FC é o lateral Victor Luis, do Botafogo. Na rodada 12, marcou seu segundo no campeonato e fez 13.50 sem SG.

Ele tem 22 desarmes em seis jogos, quase quatro por partida e a segunda maior média entre os laterais, 7.47 pontos, atrás apenas do Saravia. Por isso, olho nele!

DECEPÇÃO

Acredito que as maiores decepções dessa rodada ficaram por conta de dois jogadores do Ceará. O primeiro deles é o zagueiro Tiago. O jogador tem uma média de desarmes e de pontos, maior do que a do seu companheiro de zaga, mas nessa rodada não confirmou esses números. O defensor do Vozão tomou cartão amarelo e fez -3.10.

O outro jogador é o atacante Cléber. Por opção do técnico, começou no banco de reservas e entrou no intervalo. Mesmo assim, não conseguiu ir bem na partida e fez -1.70.


Essas são minhas lições da 12ª rodada. E aí, concorda? Quais são as suas? Comenta aí!

Abraços, Luca Tremonti!

Torcedor do Fluminense, carioca e 24 anos. Cartoleiro desde 2008. Técnico do Itnomert City. Jogos do Campeonato Brasileiro sempre vão ter a minha preferência.